terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Triste

Estive a ouvir a reportagem da TVI sobre a raríssimas e estou tão chocada, como é que alguém que perdeu um filho e que deveria perceber o valor da vida e da ajuda consegue fazer isto???

http://www.tvi24.iol.pt/sociedade/reportagem-tvi/investigacao-tvi-para-onde-vai-o-dinheiro-que-a-rarissimas-recebe

Espero que se faça justiça e que não se esqueçam de todos os que são acompanhados na instituição e do objetivo desta Casa.

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Coisas parvas

Hoje tenho o jantar de Natal da empresa e vou... sei que devo ir, sei que preciso de ir, sei que sou mais que mãe e esposa, sei isso tudo mas tenho o coração apertadinho por não estar com os meus rapazes :(

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

coisas que me irritam #3

Pessoas que "adoram" cunhas...

Ai e tal quero que o meu filho vá para aquela escola vou falar com fulano xxx da secretaria!!

Ai e tal vou ao hospital zzz porque conheço beltrano xxx do departamento yyyy!!

Ai e tal vou à mercearia xxxx porque o senhor gosta muito de mim e vende-me a melhor fruta!! 

É só connections e sabem que mais?

Não leva a lado nenhum, é só manias.

Nunca recorri e não acho que seja beneficiada ou prejudicada.

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Coisas que me irritam #2

Pessoas que não tem iniciativa e depois quando confrontadas com uma iniciativa e com um documento de trabalho só criticam!

Bullying ou as crianças são más

Ontem deram ao meu mais velho um pontapé na perna, perna essa que estava magoada e que o tinha a obrigada a andar de muletas a semana passada.

Parece que na turma dele, 26 meninos, há 3 meninos que gostam de resolver as coisas à "chapada e pontapé". Ora estamos a falar de meninos de 8 anos e se já são assim tão maus uns para os outros, que adultos serão no futuro?

E como fica o meu o coração sabendo que ele pode ser vitima destes meninos?

O meu T não gosta de contacto fisico e estas situações só o fazem desinteressar pela escola.

E os pais desses meninos nada fazem, e que posso eu fazer?

quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Ai e tal o clima. e os fenómenos atmosféricos

Incêndios - ai e tal as condições atmosféricos / do clima / da natureza

Legionela

http://observador.pt/2017/11/29/dois-trabalhadores-infetados-com-legionela-no-hospital-sao-francisco-xavier/

"O responsável estima que, para esta contaminação ambiental, tenham contribuído as condições atmosféricas em Lisboa."

Qualquer dia não venho trabalhar e culpo a chuva ! (ver aqui aquele smile que ri tanto que até chora)

terça-feira, 28 de novembro de 2017

Ainda a propósito do dar... e do NATAL

Tenho que manter a calma, senão oferecia prendas a toda a gente!!

Gosto tanto de dar!

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Fazer o bem faz-nos bem

Às vezes penso que devia fazer mais por este nosso mundo e por todos aqueles que precisam.

Penso muitas vezes que seria mais feliz a fazer voluntariado. Sou muito mais feliz a dar do que a receber!!

Mas depois penso naqueles dois que tenho em casa e sinto que ainda não está na altura, mas essa altura há-de chegar e eu quero fazer mais, ser mais do que aquilo que sou.

Conheci esta associação http://nuvemvitoria.pt/ e acho que seria um projeto bom para mim!

Gosto de crianças, gosto de ler e gostava de lhes dar o meu tempo e o meu carinho!

Fazer o bem faz-me bem e faz-me feliz!

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

As mulheres são umas cabras

Há pessoas que acham que são melhores que outras... sempre prontas a criticar e atirar uma pedra.

Acham que nasceram em berço de ouro... podem não ter onde cair mortas, podem não ter amor suficiente na vida, mas para criticar estão sempre prontas.

Enfim, são umas putas!

Há vidas complicadas, pessoas extraordinárias e projetos fantásticos

https://www.youtube.com/watch?v=O6ZI2BK8844

https://www.youtube.com/watch?v=_6sxUPftKi8

Coisas que me irritam #1

Então vamos lá inaugurar uma nova rubrica!

-  irritam-me as criticas de pessoas que só sabem criticar mas não sabem ou não querem fazer;

-  irritam-me quando corrigem os meus emails quando se nota perfeitamente que é um erro de digitação

continua...

Seca & Consumo de Água

Lá em casa andamos a ter cada vez mais cuidado com os consumos de água. Já expliquei ao mais velho que há pouca água e que há cidades sem água.

Imprimi a campanha para um uso equilibrado da água, plastifiquei e está no WC para os recordar sempre que lavam os dentes e tomam banho.

Todos nós temos o dever de ter cuidado nos consumos de água.

Eu também evito lavar loiça à mão e na máquina da roupa tento fazer programas mais curtos.

O resto de água dos copos das refeições servem para regar as flores.

Portanto sou conscienciosa e tento melhorar todos os dias!

No outro em dia em conversa com uma colega disse que andava a ter cuidado com as lavagens dos dentes para fechar água enquanto se escova. Ela responde num tom critico "oh isso deves fase sempre", respondi que no banho também fecho a água enquanto lavo o cabelo e o corpo, ao que ela responde " isso não porque tenho frio". Há pois é, onde se gasta mais agua nos dentes ou no banho? Para criticar estamos sempre prontos não é?

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Memórias de Infância

Na escola dos meus meninos pediram-nos para escrever um pequeno texto sobre as memórias de infância para acompanhar um trabalho:

Memórias de infância são memórias felizes, memórias de um tempo sem pressa, de brincadeiras com a minha irmã, de estar na cozinha com a minha mãe (sopa de beldroegas), de torradas à lareira. De ir apanhar caracóis com o meu pai. De brincar com os animais, de ver o meu pai fazer nascer um vitelo, de alimentar borregos com biberon, de ir para escola de galochas pelo meio das poças de água. De muita brincadeira, de muita liberdade, de muito amor e cumplicidade. De sermos só nos os quatro e isso bastar! Não consigo descrever em palavras o quanto tive uma infância muito feliz. É isso que quero para as todas as crianças




Memórias de Infância quem as não tem… eu tenho muitas e todas tão boas que é difícil escolher o que escrever. Lembro-me de uns senhores velhotes que moravam ao pé de nós e que eram como avós, que nos davam pão com azeitonas ao lanche e para nós era o melhor lanche do mundo. Lembro-me das férias com a minha Luísa. Lembro-me de tantas coisas, tantas recordações e tão boas.

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

SNS

Só a favor do SNS, aliás no meu caso em particular sempre funcionou muito bem!
Os partos foram em hospitais públicos e só vamos ao particular para exames ou consultas de especialidade.

Ainda em relação aos partos acho que quem escolhe os privados não se lembra que caso as coisas não corram bem sejam necessários alguns milhares de euros... E será que estão tão bem preparados como os públicos?

O mais velho queixa-se de dores de cabeça desde 2ªf, também está congestionado, mas hoje estava pior e achei-o febril de manhã.

Liguei para o Centro de Saúde e voilá tem consulta às 16h! Querem melhor que isto?

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Uma Razão para Viver

Deve ser um bom filme:
 
 

Tranquilidade

Na segunda-feira o final do dia foi mais tranquilo. O mais velho já pensa um pouco antes de falar e de agir. Temos feito os dois um esforço para levar o barco a bom porto.

Ainda na segunda-feira e depois da discussão ele pediu-me para ir almoçar com ele e disse-lhe que sim, mesmo à entrada da escola. Almoçamos, fizemos as compras para os trabalhos manuais e falámos um pouco.

Na segunda-feira sai cedo e fui busca-los cedo. A minha mãe tinha feito pataniscas que eles adoram e por isso o jantar estava feito e não tive preocupações.

Chegámos a casa cedinho, 18h, estivemos a fazer trabalhos manuais, depois jantámos, ele fez os trabalhos da escola e lemos uma história. O mais novo adormeceu e como ele se tinha portado bem viu um pouco de bonecos.

Ontem o jantar foi tostas e sopas... fácil e sem preocupações. E também correu tudo bem, atenção que o correr tudo bem é uma visão macro, eh eh eh, há sempre um falar mais alto.

A ver como corre hoje o dia. Quero tanto encontrar tranquilidade!

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Fim de Semana

Fim de semana de convivio... No sábado fomos à equitação, depois compras. Comprámos o livro do Banana. Depois almoço para nós e amigos.

A tarde fomos à praia e fomos ao magusto na casa dos nosso amigos.

Nos entretanto pedi ao mais velho para ir fazendo os TPC, não hà vez nenhuma que não reclame. Com a ajuda da amiga lá fez umas coisitas a seguir ao almoço.

No Domingo tivemos uma festa de anos com o mais novo. Paguei a entrada e deixei o mais velho ir um pouco.

À tarde fomos ao jardim e avisei-o de quando regressassemos ele tinha que acabar os trabalhos.
Quando chegámos a casa, começou a saga que não era naquele momento, que era mais tarde... enfim

Hoje de manhã voltou a fazer das deles, não se despachava, nem se vestia, nem comia, apenas reclamava. Levou uma palmadas.

Chorou ele por fora e eu por dentro.

Não percebe que faço tudo por ele, ele só tem que colaborar.

Quem disse que ser mãe e educar era fácil!

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Alimentação Saúdavel

Hoje estive a ouvir os prós e contras sobre as refeições escolares:

http://www.rtp.pt/play/p3033/e314475/pros-e-contras/614087

No ensino básico as refeições são fornecidas pela autarquia. Mas ouvir esta reportagem deixou-me preocupada.

Como é possível servir um almoço (sopa, prato, fruta e salada) por 1.47€?

segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Chorar ou não chorar

Há quem defenda que antes de atendermos o choro de um bebé devemos deixá-lo chorar um pouquito e se está habituado a mamar durante a noite que o deixemos choramingar até que adormeça novamente.

Ora eu não sou assim, se os meus bebés chorassem eu ia logo lá, se chorava é porque queria alguma coisa, fome, frio, mimo... e era a sua forma de comunicar e eu atendia :)

Muitas noites passei com o mais novo na mamã porque era como ele se acalmava.

Estamos a falar de bebés não de birras de crianças com 3 anos!!!

Defendo que os bebés não tem manhas mas sim carências... Quanto mais mimo, mais confiantes e seguros serão!

Lá está, eu sou assim, cada um saberá de si!

quinta-feira, 2 de novembro de 2017

assim-assim

Detesto quando perguntamos às pessoas, e acho que este é um hábito das mais velhas, que respondam assim-assim.

Não gosto de uma vida sem sal. Ou se está mal, por um motivo qualquer fútil ou não, ou se está bem. Nunca assim-assim. Numa vida assim-assim faz-se por aprendermos a ser felizes com o que temos e a transformar o assim-assim num "está tudo bem".

Nestes dias não tenho vindo cá porque no Domingo a minha vida esteve uma merda, atenção que quando temos um problema e este até fútil na altura parece-nos o fim do mundo :(

No Sabádo de manhã fomos à equitação com o mais velho e à tarde fomos ter com os amigos e o lanche prolongou-se até à noite.

No Domingo avisei o mais velho que tinha que estudar Inglês. Tinha passado o Sabádo a moer-me a cabeça com respostas parvas e até mal educados. No Domingo massacrou-me com os TPC e porque estudar não é escrever e tantas outras. Explodi e dei-lhe uma sova.
Resultado fiquei muito triste com ele e ficamos o último Domingo de sol do ano em casa....

Falei com ele para não se voltar a repetir. Só lhe pedi 10 minutos de atenção. Acho que percebeu pois tem-se portado muito bem. Mas o episódio não sai da minha consciência.

Na terça-feira depois da escola fomos ao cinema e jantar com os amigos deles e respectivas mamãs. Queria passar-lhe a mensagem de quando ele se porta bem é recompensado.

Ontem à tarde foram a uma festa de anos os dois. Chegámos a casa já era hora de jantar.

Apesar daquele episódio a vida anda leve e tranquila lá em casa!

Por iss não ando assim-assim, ando óptima.

quinta-feira, 26 de outubro de 2017

Piada

Ontem o mais velho perguntou-me se podia dar um beijinho na minha barriga para o bebé o sentir...

Nota: Eu não estou grávida...

SEXO

É bom mas às vezes custa começar... Entre as rotinas do dia-a-dia, os jantares, os banhos, os xixis, história de boa noite e adormeçê-los quando chego a cama só penso em fechar os olhos e dormir.

O que custa é começar mas ultrapassando este começo depois até é bom (ler com sorriso maroto).

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Licença de Maternidade

Quando o mais velho nasceu tirei os cinco meses de licença, tive alguma receio de dizer que estava grávida...

Voltei ao trabalho ao fim dos cinco meses feliz e contente, já estava farta de estar em casa. Só eu e ele. Não fazia nada, só tomar conta dele e lida da casa. Parva eu sei, por isso soube-me bem voltar ao activo. Podem chamar-me nomes, foi aquilo que eu senti :(

Quando nasceu o segundo, tomei a decisão que tudo iria ser diferente. Apesar de este nascido no Inverno não nos privamos de nada. O pai ficou em casa o 1º mês o que foi muito bom.
Todos os dias íamos levar o mano à escola, íamos ao café, às compras, ter com alguém.
De manhã andavámos na rua. Íamos para a casa, eu arrumava a casa, limpava, roupa, etc... Almoçávamos (ele mamava) e dormíamos a sesta, eu e ele. À tarde íamos buscar o mano a pé, íamos ao jardim e quando chegávamos a casa o pai também estava a chegar.
Foi tão bom, custou-me muito voltar ao trabalho.

Isto para dizer que se hoje fosse ao terceiro, além dos 5 meses, tirava a licença alargada, mais três meses.

Aprender a viver é isto, é vivermos para nós e para o que nos faz bem.

terça-feira, 24 de outubro de 2017

Inspiração

Não sei como fazem os escritores para escreverem... onde vão buscar a inspiração?

Eu ando sem vontade de escrever e quando a tenho é para escrever sobre a minha vida e os meus amores.

Tenho vários amores, o meu amor carnal pelo meu marido, o meu amor de companheiro também por ele, o meu amor maternal pelos meus filhos, o meu amor pelos meus pais e irmã, o meu amor pelas minhas amigas... o meu amor pela casa!

Queria conseguir escrever sobre os meus amores sem me repetir e sem ser quando estou furiosa mas quando a vida é um mar calmo e azul cintilante não me apetece!

Talvez amanhã :)

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Simpatia

Francisco George deixa a DGS por ter completado 70 anos.

Passou 17 anos da DGS, tendo sido sempre reconduzido no cargo, independentemente da cor política do Governo.

Estive a ler a sua "autobiografia"
http://www.dossierdelutas.pt/wp-content/uploads/2017/10/159610.pdf

Simpatizo com ele.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Francisco_George

Sendo que vem de famílias bem, não se pode dizer que conquistou uma carreira a "pulso" mas tem o seu mérito.

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Ainda na onda das lembranças de Natal

Outra lembrança engraçada é:

http://www.pegada-verde.pt/index.php/feijao-magico.html

Lembranças de Natal

Eu sei que ainda faltam 2 meses mas eu estou cada vez mais organizada nos meus "TO DO". Agora até tenho ementa semanal definida, afixada na porta do frigorífico.

Mas voltando ao tema NATAL, que tal em vez de brinquendos ou outras coisas ofereceremos às nossas crianças:

http://umaarvorepelafloresta.quercus.pt/

Atenção que é uma lembrança, aos amigos dos meus filhos ofereço pequenas lembranças e não prendas!!! 😉

Não gosto

Não gosto de sofrer por antecipação, faço um esforço mas é inevitável!!!

Não gosto quando as coisas andam "assim-assim"!

Gosto de viver plenamente :)

Estou como o dia, escuro e chocho!

terça-feira, 17 de outubro de 2017

Momentos inesperados!!

e assim se ganha o dia.

A vida anda numa fase assim-assim, as rotinas dão cabo de mim!

Tenho um grupo de amigos aqui no trabalho e sempre que um faz anos, os outros unem-se e oferecemos uma prenda.

Ora eu fiz anos em Agosto e nada, continuo a participar porque gostos das pessoas. Também compreendo que faço anos e que estou de férias e por isso passa...

Mas hoje recebi um cartão de 70 euros para gastar numas Melissa (quem não sabe ide ver)!!!

Estou tão feliz :)

Não me apetece

O país a arder, famílias destruídas, pessoas mortas, aquele bebé de1 ano mexeu tanto comigo... Tantos bem materiais perdidos!!

Como posso falar das minhas coisas que quando comparadas ao estado do país não são nada.

sexta-feira, 13 de outubro de 2017

Fundamentalismo

Acho que hoje em dias as pessoas (mais as mães e mulheres em particular) são muito fundamentalistas. Vamos por partes ou temas:

1. Amamentação
Sou defensora acérrima, quis o destino que o 1º filho engordasse 50 gramas por semana, ainda hoje com 8 anos pesa 20 quilos, aos 4 meses abandonámos a amamentação por completo. Foi uma das minhas maiores frustrações.
Quis o destino que o 2º mamasse de horas a hora durante os primeiros 4 meses e engordasse bem e pegasse bem na mama e tudo e tudo. Mamou até aos 18 meses e tive que o desmamar porque tive um projeto fora do país. Com pena minha mas 18 meses de sucesso é uma boa marca.

Mas cada uma sabe de si e dos seus filhos. Mais vale um bebé com LA e uma família em equilíbrio do que um bebé com LM e uma família às aranhas e uma mãe triste e stressada.

2. Alimentação

Os meus comem de tudo, sopa a todas as refeições e sobre isto lá em casa não há discussão, mas é lá na MINHA casa.  Tento ter uma  alimentação saudável e equilibrada, os sumos, doces e fritos são a expeção mas também comem de vez em quando.
Tento fazer panquecas para os lanches que mando de casa para escola mas às vezes lá vão aquelas que se compram no supermercado. Não quero ser escrava da cozinha e com isso não ter tempo para eles. Raramente mando sumos, mas acontece num dia ou outro.

Conheço quem não compre nada e faça tudo em casa mas depois os filhos não comem sopa porque não gostam... e quando os filhos eram pequenos até davam papas para desenrascar mas esquecem destes detalhes!!

Lá está cada uma sabe de si e dos seus!

3. Novas tecnologias

Lá em casa só o pai tem tablet, pc já não usamos muito em casa e tlm só os adultos.
O mais novo, 4 anos, não está nem aí, o mais velho é viciado na TV (que não viu até os 3 anos). Tem uma PSP e uma wii (oferta do pai aos mais velho - 8 anos) que raramente são usadas.

Acho que são pequenos e tem tempo para estas coisas. Mas lá está, esta sou eu, quase todos os pais que eu conheço com filhos da idades do mais velho, os filhos tem tablet. Não critico mas olham para mim como se eu fosse um ET.

Ai e tal eu só como saudável e visto a marca xpto mas depois os miúdos só querem saber as tecnologias, onde está o equilíbrio? Será que lhe dermos boa comida tudo o resto não interessa?

Nós damos valor à vida de rua, às caminhadas, praia, bicicleta, bola, etc... tudo para que eles sejam crianças a fazer coisas de crianças.


4. Refeições
Lá em casa comemos todos juntos, eles tem que saber portar-se à mesa e tem que esperar um pelos outros. Falamos do nosso dia, pois não há TV na cozinha, nem lhe sinto a falta.

Ai e tal primeiro comem eles e depois nós, para comermos sossegados!! Se querem sossego não tenham filhos. Mas lá está resulta para essa família, então bom!!

Eu quero estes momentos e quero arrumar a cozinha de uma só vez para depois ter tempo para eles.

5. Sono
Aqui sou rígida às 9.30 tudo para cama. Mas antes da cama, é a história de boa noite.
Agora resolvi que como mais novo não gosta de TV, fazemos desenhos, puzzles e depois história e soninho. Quero ter tempo para eles e só para eles.
A seguir vou ter com o mais velho que ficou a ver TV e também lemos uma história. Antes da TV ele já fez alguma coisa da escola, todos os dias faz um pouco (5-10minutos de trabalhos da escola).

Mas mais uma vez, isto sou eu. Deitar miúdos às 23h não me parece saudável mesmo que só comam BIO.


FIM
Afinal e lendo o que escrevi até sou um pouco fundamentalista e rigída :( Faço é um esforço para não criticar os outros, pois só sabe o que vai no convento quem está lá dentro!






quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Consegui!!!

Ontem à noite e hoje de manhã consegui "aguentar" os meus filhos sem gritar e levar as coisas a bom porto :)

A tentar manter o estado de extrema paciência todos os dias!

Ontem fui busca-los ao colégio, fomos andar de bicicleta e jogar à bola. Depois casa, eles brincarem enquanto fiz o jantar e depois banhos. Mais velho fez TPC com a minha ajuda.

Institui que todos os dias vou dedicar parte do meu tempo a eles e só a eles.

Todos os dias faço um lego, um desenho, qualquer coisa com o mais novo e depois lemos a história de boa noite.

O mais velho quer ver TV sossegado, enquanto estou com o mais novo ele vê TV. Depois vou para a caminha com ele e juntos lemos um livro.

Ainda tenho tempo para estar a relaxar com maridão!!!!

A procurar o meu equilíbrio e a felicidade deles.

:)

terça-feira, 10 de outubro de 2017

Não consigo

Ontem fui busca-los ao colégio e até ia cedo e ia zen... Ainda me dei ao trabalho de trocar cromos do T com os outros meninos.

Lá fomos para a casa com mais velho a insistir que queria fazer qualquer coisa, andar de bicicleta, ir ao jardim, etc... Por norma até vou, mas ontem o homem lá de casa estava doente e eu não sabia se ele precisa de ajuda com o jantar...

Chegámos e eu pedi silêncio porque o pai estava ao telefone e o que é que eles fizeram, correram e gritaram que nem uns malucos, e que fiz eu?

Gritei também e dei umas palmadas...

Porque que é que eu não consigo manter a calma e levar tudo a bom porto, bastava ter-me mantido calma e ter falado com eles ou então tê-los puxado para qualquer outra brincadeira.

E além deste meu descontrolo, também me custa que o mais velho é a quem custa mais...

sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Não cuspas para cima

que te cai em cima...

Filho meu tem que arrumar a mochila de véspera, se se esquecer de alguma coisa, problema dele.

Na terça-feira esqueceu-em do estojo no ATL, de manhã esquecemos-nos de o colocar na mochila!

E esta mãe o que fez?

 1. Deixou-o desenrascar?
2. Telefonou para o ATL para lhe levarem o estojo?

Pois é, à primeira todos tem desculpa.

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Ainda a Alemanha

A pausa na rotina da familiar da semana passada fez-me bem, fez-nos bem.

Aprendemos que é possível vivermos uns sem os outros por alguns períodos de tempo. Os meus meninos perceberam que além de ser mãe deles, também sou uma mulher trabalhadora com vida própria.

O meu marido deu conta do recado, apenas com pequena ajuda da família pois houve compromissos profissionais não compatíveis com os horários deles.

Quando regressei a minha dose de paciência estava em alta.

E lá correu tudo tão bem, o saber que eles estavam bem também ajudou.

Acordava às 7h, despachava-me, tomava o pequeno almoço e às 8h estava na formação. Às 17h sai da formação, ia passear e ver a cidade, às 19.30/20h jantava num qualquer restaurante e às 21h estava na cama a ver um filme. Adormecia lá para as 22.30 e dormia a noite toda seguidinha!!!

Para o ano há mais!

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Ainda ontem estava lá e hoje já estou cá!!!

Voltei ao meu país, ao conforto da minha casa, aos abraços dos meus!

Foi uma boa semana, deu para quebrar a rotina. Tive formação, aprendi coisas novas, convivi com outras pessoas, passei, jantei todas as noites fora. ZERO afazeres domésticas. 8 horas de sono!!

Correu tudo bem, cá e lá !!!

Quero detalhar mas hoje não me apetece!

quinta-feira, 28 de setembro de 2017

Dusseldorf day#3

Ontem o almoço já não foi sandes, foi PIZZA!!!

Depois da formação fomos dar uma volta, queríamos ir ver o Castelo, aquelas estruturas arquitetónicas pequenas, difíceis de encontrar!!  

Então perguntámos onde era e disseram-nos sempre em frente e virar à esquerda e foi o que nós fizemos, andámos, andámos, andámos e quase no fim da estrada atravessamos para a margem esquerda do rio. Fomos para a uma floresta com lagos verdes e uns animais pequeninos… A floresta era um pouco sinistra!!! 

Andámos, andámos e nada de Castelo já no regresso avistámos o Castelo. Afinal saindo do hotel, era sempre em frente (10min) e nós andámos quase 1 hora.

À noite fomos jantar e as meninas andavam com trajes tradicionais (mas curtos), adorei (ler com ironia)!! Pelo menos o sitio era agradável e a comida era boa!! Mas estes gajos bebem que fartam!!

Hoje temos novo jantar mas antes temos uma actividade de arco e flecha :) Se eu não voltar já sabem o que aconteceu.

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Dusseldorf day#1

O interessante do WC aqui é que o sabonete é um pó que sai de um dispensador em que dás à manivela e sai o tal pó… até parece OMO para a roupa!
 
Como a formação começa cedo, também acaba cedo :)
 
Saímos e fomos dar um passeio junto ao rio, que é bastante agradável. Parámos junto a um edifício que tinha uma máquina que parecia que tirava as folhas do rio e achavam que era para limpar o rio, eu pensei logo que aqui eram muito limpinhos, até limpam o rio… Aqui tudo é escrito apenas em alemão, ainda tentámos ler mas não percebemos nada. Hoje perguntei e é uma pequena central elétrica e as folhas são recolhidas para não entupir as turbinas!!!
 
Depois do passeio fomos procurar um restaurante e digo-vos que é tarefa difícil porque ou é quebac ou padarias ou italianos   acabámos num restaurante a comer hambúrgueres e esparguete.
 
Depois do jantar caminha que se faz tarde!! Depois das 20h a cidade torna-se uma cidade fantasma.
 

segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Dusseldorf day#0


Para vos contar a aventura de ontem…

 Cheguei aeroporto (sem jantar) e pensei vou comprar um sandes (MacDonalds é comida do mundo :) )porque assim se o bar do hotel (percebi mais tarde que não havia bar) já não tiver comida sempre me desenrasco….

Apanhei um táxi, taxista pequenino e moreno, tipo indiano. Inglês ZERO.
 
Lá viemos em silêncio, nem rádio, por uma estrada escura sem luz… parecia que estava no meio do Alentejo, nem viv´alma. Taxímetro sempre a passar parecia um relógio suíço (60euros).

Chego ao hotel e tinham-me dito que tinha o código para entrar no voucher… Marco o código como se estivesse em casa. Olho para a recepção ninguém, entro e em cima do balcão a chave e o meu nome.

Subo até ao 2º andar (sem elevador), escadas em alcatifa e lá dou com o quarto. Digo-vos ou a insonorização é boa ou estou sozinha. Não se ouve nada.

O quarto é razoável, pelo menos está limpo mas o tecto tem um pingalhete apontado para baixo... só vendo se percebe, eheheh

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Second week day2

Hoje fui levar o mais velho à escola, voltei a ficar com um nó do coração. Ele vai sem problemas, nunca pede para ir para casa, até me parece mais entusiasmado para ir... é o dicionário, é as TIC, é o Inglês... mas continuo-o a ver sozinho, sem se integrar... fiquei à porta da sala com todos os outros meninos mas sem grande interações.

Sei que ele é um menino de afectos e que não gosta de contacto físico. Mantém as mesmas amizades desde que tinha UM ano. Apenas desejo que ele se sinta bem e que seja feliz nesta maneira própria d ser!

Ontem portou-se tão bem em casa, ajudou a por a mesa, a arrumar as compras, fizemos queques para os lanches da semana, tomou banho, jogou no Magalhães e foi dormir, sem uma birra, apenas 1000% de bom comportamento.

Está a ficar um rapazito crescido e aceitar/entender as regras lá de casa.

O mais novo...

O mais novo foi comigo levar o mano e depois fui deixa-lo no Colégio. Quando saímos da escola do mais velho, já ia dizer que queria ir para casa comigo. Expliquei-lhe que não podia ser, que eu ia trabalhar, que ele ia para escola. Entendeu... Deixei-no na sala, ao é dos amigos. Deu-me um abraço e ficou a controlar-se para não chorar...  Está a crescer!

Tenho dois meninos lindos, que estão a crescer e a deixar-me tão babada...

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Detergente de lavar roupa

De homens para mulheres ou de homens para homens!!!

Agora tudo o que é anúncios para lavar roupa é protagonizado por homens:

https://www.facebook.com/VanishPortugal/videos/1399910506796410/

Porque será?

Resumo do fim de semana

Fim de semana bom, qual massa de ar frio qual quê...

Sábado de manhã fomos às compras e a tarde ficámos por casa com o homem a instalar a salamandra!

À noite fomos à festa da freguesia e digo-vos que foi a festa religiosa mais bonita que já assisti.

Desde os cavalos,às charretes, passando pelas pessoas vestidas à época. O espaço com todas aquelas luzes.

O fogo de artificio foi muito bonito, acompanhado por música e fogo preso!

O meu T adorou!

No Domingo fizemos um pequeno passeio e à tarde fomos à praia!

E este é um fim de semana de qualidade :) Entre família e amigos e com solinho bom.

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

second day

Hoje foi o segundo dia de uma nova rotina... Parece-me que este ano mais velho já fica mais satisfeito na escola (ou não e é apenas a "tesão" do início).

Deixei às 9h à porta da escola e lá foi ele todo contente... De seguida deixei mais novo mas com nova estratégia... Íamos no corredor e ele já ia dizer que não queria ficar sozinho (leia-se sem o mano), disse-lhe que não ia ficar sozinho mas com os amigos, entramos na sala e ele já pronto para largar uma lágrima, deixo-o ao pé da educadora, beijinho até logo e saio discretamente da sala (que é como diz apressadamente) ainda espreitei e ele já se ia sentar ao pé dos colegas...

A ver como corre amanhã...   wish me luck !!!

Hoje à hora de almoço fui comprar o resto do material escolar, fruta e carne, tudo relacionado, portanto e ainda encomendei uns livros na wook.

Agora faço tempo à espera das 17.50 (ainda bem que vocês não sabem onde trabalho) ehehhehe

E amanhã o título do post será "third day" ou então "15 de Setembro"...

By the way conhecem bumba na fofinha? Não, vão ao Facebook.
 

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

13 de Setembro

Não me tem apetecido escrever, podia dizer que esta ausência se deve à minha vida muito agitada, aos fim de semana fora ou na casa de férias (ai vida de luxo, ler com ironia, sff)!!!

As milhentas actividades que tenho para fazer... apesar de eu às 22 h estar na cama com mais que tudo a ver TV!!!!

Mas não, nada disso, temho tempo, aliás muito tempo, mas tenho aproveitado este tempo para não fazer nada e estupidificar à frente da TV.

Mas hoje esta a fazer a ronda matinal pelos blogs e  revi-me neste post:

http://entrebiberonsebatons.blogspot.pt/2017/09/o-mundo-e-teu.html

Mais novo, que fez a semana passada 4 anos, ficou no colégio como é rotina. A diferença é que hoje ficou sozinho sem o mais velho. Até não correu mal, também não lhe dei tempo, foi entrar e sair.

Estou expectante de como vão correr os próximos dias.

Eu e o pai fomos levar o mais velho à escola primária e acompanhámos o nosso menino até à sala. Ficou bem mas algo curioso.

3º ano, 8 anos. Como é possível?

Eles crescem e nós mantemos a fé que estamos a fazer um bom trabalho, mas isto só o futuro nos dirá.

Sinto-me algo nostálgica por a vida passar a este ritmo alucinante, sinto-me feliz por conseguir que a vida passe sem grande sobressaltos e a ver os meus mais próximos felizes.

Sinto-me tão grata!!! Tudo o que importa é o bem estar deles e isso tem-se conseguido!

quinta-feira, 7 de setembro de 2017

4 anos

3ª feira, dia 5, foi a exceção aos nossos dias. O meu mais novo fez 4 anos (JÁ!!!!) e tal como o ano passado tirei o dia para eles :) De manhã fomos ao Bounce e às compras. À tarde decorámos os bolos para levar a escola e eles ajudaram a limpar e arrumar a casa (neste aspecto tenho dois filhos exemplares) e depois fomos à escola cantar os parabéns ao bebé do dia :)

Viemos para casa e preparámos a mesa para o jantar de família. Falo no plural porque foi mesmo trabalho de equipa :)

Quero que eles se lembrem destes momentos :) Estamos a iniciar a tradição de nos anos do T fazemos sempre algo diferente.

O mais velho faz sempre anos num feriado pelo que reúne sempre os amigos e a família!!

Estes dias...

Estes dias tem decorrido normalmente, sem grande acontecimentos!! 

Eles estão no Colégio e felizes da vida e nós no trabalho.

Cada dia é uma repetição do anterior...

A desejar que chegue o fim de semana!

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

A minha mãe e a vida

Quando eu nasci a minha mãe estava prestes a fazer 36 anos. De realçar que eu era a primeira filha. O meu pai, que agora não é chamado para a conversa :) , tinha 38 anos.

Ora à quase 40 anos, serem pais tão tarde ainda para mais de primeira viagem, não era comum. Um ano após o meu nascimento, chegou a minha irmã, que eu adoro de coração.

Dizem-me que quiseram gozar a vida e parece-me que a minha mãe também demorou a engravidar! Acho que até fez medicação mas ela não gosta muito de falar do assunto.

Uma das características da personalidade da minha mãe é que aceita o que a vida lhe dá, seja bom ou menos bom. Ou seja se não tivesse tido filhos teria lidado com isso como uma vontade do destino e teria sido feliz na mesma, se tivesse tido um filho com outras necessidades também teria aceitado.

Lembro-me eu, ela talvez não, que quando eu estava grávida do meu mais velho de ter desabafado que tinha medo que ele não viesse perfeito. Ela respondeu que aceitaríamos e faríamos tudo para que ele fosse feliz, viesse ele como viesse. É o que tem que ser... diz-me ela muitas vezes. Mas este discurso é sempre tranquilo e sem mágoas. Nunca me disse o que eu queria ouvir que era que ele viria bem e saudável (e veio).

Bem isto para dizer que sempre que me lembro da minha mãe lembro-me de uma mulher madura mas muito lutadora, sempre trabalhou muito, sempre enfrentou a vida com muita genica, sempre foi uma guerreira, sempre fez tudo pela família e sempre sacrificou muito pela família, em especial pelas filhas.

Lembro-me de ela anos e anos a fio não comprar nada para ela, só para que nós pudéssemos ter o que vestir e pudéssemos levar uma vida mais ou menos normal.

Ela ontem fez 74 anos e talvez porque desde que foi mãe que a vida foi madrasta e a obrigou a lutas muito grandes e ela sempre esteve à altura de todas as batalhas, ela agora anda mais sensível, mais frágil, em que até as mais pequenas coisas a deixam em baixo.

Faço o que posso para a ver feliz e para lhe dar ânimo. Tento mima-la muito mas já não é a mesma mulher embora continue a ser uma grande mulher.

Amo-a!

terça-feira, 29 de agosto de 2017

29 de Agosto

Faz anos a minha mamã :) Uma super-mãe e uma super-mulher!!!

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Eu

Eu existo mesmo antes de ser mãe, amiga, filha, esposa...

Escrevo muito sobre este tema pois é-me difícil encontrar um equilíbrio sem que a consciência me pese.

Surgiu agora a oportunidade de ir uma semana para um país europeu para uma formação importante para o meu trabalho. Claro que disse que ia, afinal é importante para mim enquanto profissional.

O P fica bem com os dois moços e caso precise tem uma rede de apoio :) Eles ficam os três bem e eu quero muito ir.

Mas tenho sempre um diabinho a pairar sobre a minha cabeça...

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

terça-feira, 22 de agosto de 2017

Voltei de férias

Foram três semanas de família, amigos, passeio, de piscina, de comer tudo o que nos apetece às horas que nos apetece.

Nestas três semanas pouca TV vi, portanto de fogos e afins não sei nada.

Foram dias de aproveitarmos-nos uns aos outros!!!

Agora é tempo de devagarinho começar a a instaurar as rotinas. Com este calor ainda temos tempo de aproveitar os fim de dia e os fim de semana!!!


Bom regresso a mim, ahahahha

quinta-feira, 27 de julho de 2017

Last day

Até dia 21!!!!

Este é o meu out-of-office!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

quarta-feira, 26 de julho de 2017

Férias

Falta 1 dia. Amanhã é o último dia de trabalho :)

Preciso de férias e não é pelo cansaço físico é porque preciso de sair daqui, de espairecer, de esquecer as rotinas!!!

3 semanas + 1 dia de amigos, família, comida, dormidas e amor!

terça-feira, 25 de julho de 2017

Farinha Maizena

Tudo que é blogers com filhos anda a fazer post de umas papas maravilhásticas com Farinha Maizena... Será que descobriram todas agora ao mesmo tempo?
hahahahahahah

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Gosto vs não gosto

Gosto de rotinas, de saber o que tenho para fazer, a que horas e com quêm.

Gosto do conforto de ter os meus ao pé de mim, a horas certas.

Gosto de dias com muitas coisas para fazer, não gosto de não  fazer nada.

Detesto sentar-me num banco a apreciar a paisagem, gosto de confusão.

Gosto de tranquilidade emocional, gosto de me sentir bem, gosto de gostar.

Detesto dias iguais e das rotinas do dia a a dia, jantares, casa, histórias de boa noite.

Gosto de adormecer os meus filhos mas às vezes eles cansam-me.

Hoje estou como as crianças, não sei o que quero!

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Não...

me apetece fazer nada...

minto, apetece-me ir de férias!!!

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Desejos de consumo

Sou bastante poupada e reaproveito imensa roupa... mas gosto de ter os meus devaneios!

O ano passado comprei umas sabrinas Josefinas, este ano estou apaixonada por estas:
https://josefinas.com/pt/loja/josefinas-suffragette

Se fossem metade do preço, eram minhas!!!!

relações

Uma eterna procura para encontrar equilibrio nas minhas relações, sem faltar a ninguém:
  • EU <----> Maridão;
  • EU <----> Filhos;
  • EU <----> Pais;
  • EU <----> Mana;
  • EU <----> Amigos;
  • EU <----> Familia;
  • EU <----> EU, sempre em último...

quarta-feira, 12 de julho de 2017

Pretos vs Branco

A colónia de férias do mais velho tem saídas diversas (praia, piscina, museus, actividades)  mas o ponto de encontro e o local de algumas actividades é num parque da freguesia que é vedado e tem apenas uma entrada/saída.

Nesse parque existem equipamentos para os mais novos. Campos de basquetebol e futebol que normalmente são usados pelos mais velhos.

Por vezes estão lá grupo de rapazes, pretos, a jogar. Nada contra e é um facto que na sua maioria são pretos.

Porque a colónia tem meninos pequenos (6 anos) a PSP de vez em quando está lá, penso que para marcar posição: "estamos aqui, estamos atentos"

No outro dia fui busca-los e o pai ficou no carro e viu um desses grupos habituais a pular a vedação para ir jogar mesmo nas "barbas" do policia que ignorou. De notar que o portão era uns passos mais à frente.

Fiquei a pensar porque ignoraram, de facto não colocava em segurança de ninguém em risco, mas é uma questão de educação/cidadania.

Os rapazes do grupo também "cagaram" para a PSP e pularam a vedação. O que significa sobre o respeito à autoridade?

Aqui não está em causa serem pretos, brancos, mulatos, chineses. Trata-se de educação e respeito.

Por isso estou com os policias de Alfragide.
https://ionline.sapo.pt/571845

"“E basta recuar aos últimos 15 anos para ver que foram pelo menos quatro os agentes mortos em serviço”,"

Eles podem ter razão mas o que se verifica hoje em dia é que não há respeito nenhum à autoridade.

Acredito que muitos fechem os olhos para evitar problemas...

terça-feira, 11 de julho de 2017

Vida alheia

O ser humano acho que é critico por natureza. Há quem seja mais, há quem seja menos!!

Eu também critico "a vizinha do lado" tento não o fazer mas acho que é inato em nós.

Critica-se quem vai de férias para o Paraíso e que não tem onde cair morto.
Critica-se quem tem muitas poupanças e não vai de férias para lado nenhum.
Critica-se quem não é vaidoso porque anda mal arranjado.
Critica-se quem é vaidoso porque gasta dinheiro em trapos.

Enfim... critica-se por tudo e por nada!!

Assumo aqui o meu esforço para criticar meu. Aqui fica o meu compromisso para mudar!!!

Vida

A vida corre normalmente na rotina do dia a dia. Os miúdos continuam cansados e a adormecer cedo!  E nós adultos a aproveitar esta fase :)

O fim de semana foi bom. Sábado passamos na nossa casa de fim de semana! No Domingo de manhã fui com o mais novo a uma festa de anos e o mais velho e o pai tiveram 2 horitas de pai e filho!

À tarde convívio com primos e que bem que soube, a nós e a eles. Podia ter sabido melhor se mais novo me desgrudasse das pernas!!

Anda numa fase que anda sempre grudado às minhas pernas. Mas quando digo sempre é sempre e quando digo grudado, não é no sentido figurado.

Na festa de anos dos amiguinhos, não me largou um minuto!! Valeu pelo convívio com alguns pais/mães. As actividades não achei interessantes. Isso e o facto de os pais dos aniversariante se terem esquecido dos convidados no ponto de encontro.. enfim. Tudo coisas que me fazem confusão.

Quando organizo qualquer coisa, gosto sempre que corra tudo bem e que as pessoas se sintam bem.

E com isto estamos a três semanas das férias.

sexta-feira, 7 de julho de 2017

Beleza

Béleza (ler com sotaque, sff) é:
-  o pequeno, com quase 4 anos, ter deixado de dormir a sesta na escola a meu pedido (e não me venham dizer que sou uma péssima mãe porque com sesta ele adormecia lá para as 11da noite) e agora às 21h está ferrado;
- mais velho levanta-se ás 7h30 para ir para a Colónia de Férias e às 21.15 está a dormir. Ele próprio desliga a TV e não pede mais um bocadinho;
-eu às 21.30 estou na cama a ver a novela com mais que tudo! Sendo que a esta hora todas as tarefas domésticas estão despachadas.

:)  Aproveitar enquanto dura :)

quarta-feira, 5 de julho de 2017

A pressa de crescer

A propósito deste post:
http://avidaa4d.blogspot.pt/2017/07/o-meu-filho-ficou-retido.html

deixei o seguinte comentário:


"Minha querida, é apenas um ano! O que significa um ano na vida de uma pessoa, apenas 365 dias. Este ano pode ser o ANO dele!! Que seja assim! Apenas 365 dias numa vida inteira e um grande ano na vida dele.
No outro dia fui inscrever o meu mais velho na colónia e estava lá uma mãe, tão diferente de mim, e conversa para aqui, conversa para ali, disse que o filho tinha sido condicional mas que fez tudo para que ele entrasse com  5 anos, porque nós mães é isso que queremos. Respondi-lhe que não, que mais um ano de brincadeira e de crescimento emocional não faz mal a ninguém, só faz bem, Eles tem uma vida pela frente, o que é um ano!!! Nós temos sempre pressa que eles cresçam mas para quê, eles tem o seu tempo. Não quer dizer que não haja miúdos com 5 anos muito bem resolvidos e que devam iniciar o 1º ciclo mas se não iniciar qual é o problema? Se não largar as fraldas aos 2 anos, larga aos três... Para quê tanta pressa.
Lembro-me agora de uma amiga que a filha entrou com 5 anos, apesar dela a achar imatura, resultado chumbou no 6º ano, é insegura, se foi por isso não se sabe. Mas ter-lhe dado mais um ano na pré não tinha feito mal e é a opinião da mãe agora.
Tudo a seu tempo...
Beijinhos e força"

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Piada ruim

Incêndio em Crucifixo. Crucifixo, perceberam??

http://24.sapo.pt/atualidade/artigos/cinco-feridos-dois-graves-no-fogo-em-abrantes

É mau, eu sei!!!

Como é possível estas continuarem a acontecer!!

Constatações

Há gente que não tem onde cair morta mas que se acham os maiores.

Hoje à hora de almoço, estava a falar com uma colega e estava a dizer que este fim de semana tivemos trabalhos de bricolage na nossa casa de fim de semana.

Ela com desdém disse logo que isso não eram férias, tive uma colega que até disse que era fim de semana. E ela virou-se logo e as férias vais para onde?

O que é que isso interessa? Vou para onde eu quiser!!! Sou feliz com os meus na minha humilde casa de fim de semana. Que vos digo já que é um grande escape para cortar com a rotina.

Parece que as pessoas hoje em dia só ligam ao dinheiro, às marcas, às férias nos sítios in...

Sou tão diferente do resto da manada...

quinta-feira, 29 de junho de 2017

Amor

Amor, há tanto para dizer sobre o Amor, tantos tipos de amor!

Amor entre crianças. O meu filho foi para o berçário aos 5 meses. Quando entrou já lá estava o T. Mais um meses entraram as manas e depois na sala de 1 ano, juntaram-se a eles a L e o G.

Este grupo tem-se mantido sempre unido coeso desde essa altura. O meu T faz em Setembro 8 anos que está nesse colégio.

Há um amor, empatia, lealdade entre eles tão bonita de se ver. É um amor puro.

Desse grupo, ele "apaixonou-se" por uma das manas, a M, e desde então que dizem que são namorados.

O meu diz-me que vai casar com a Mariana, que vão ter filhos e que eu vou ser avó.

Disse-me a mãe da M que quando ele estava lá em casa que percebeu que ambos partilhavam o apelido e que lhe disse: "M assim já podemos casar"!

Amor puro é isto.

quarta-feira, 28 de junho de 2017

Papá Francisco

No grande fim de semana dos 3F (Futebol, Fátimas e Festival) muito se falou do Papá Francisco. Foi um fim de semana de grandes acontecimentos e de festa.

Ora acho que a única coisa que mais novo reteve foi o nome Papá Francisco e festa.

No Domingo na praia, o ambiente era de festa, miudos a jogar, pais a ver os jogos e na conversa, crianças a brincar. O mais novo associou as duas coisas e perguntou se o Papá Francisco estava lá!!

Muito bom!

terça-feira, 27 de junho de 2017

Nós e os Outros

Quando acaba o nós e começa os outros.

Tudo o que fazemos influencia os outros e por outros falo de pessoas mais chegadas.

Eu então tenho um problema grande com os outros. Penso sempre primeiro neles.

Houve uma altura que para os miúdos não saírem 10 minutos mais tarde do Colégio (onde estavam a brincar com amigos) ia busca-los e íamos todos às compras. Resultado, compras de 10 minutos levavam uma eternidade e o stress aumentava. Agora faço as compras rápido e depois vou busca-los. Tento sempre nestes dias sair 5 minutos mais cedo para não atrasar as rotinas de fim de dia.

Na divisão do tempo entre maridos, filhos e restante família, perco sempre eu!!

Ando sempre com a consciência pesada. Penso muito em tudo o que faço, para não deixar ninguém triste e sentido. Mas será que os outros também pensam assim? Será que fazem tudo para eu ser feliz.

Ando a tentar minimizar este meu eu e fazer aquilo que eu quero mas lá está penso e penso e sofro por antecipação e na maioria das vezes sou só eu que penso em todas as reações possíveis, boas e más.

Ando a tentar equilibrar aquilo que eu quero com aquilo que os outros querem. A ver vamos!

segunda-feira, 26 de junho de 2017

Fim de semana e sono

Fim de semana já passou e eu preciso de outro para dormir...

Na sexta-feira fomos jantar com uns amigos. Como me levantei cedo e durmo (quase) sempre mal por causa dos miúdos, às 22.30 viemos embora. Os nossos amigos até estranharam, mas tal como a Cinderela eu também me transformo à noite, não aguento é até à meia noite.

Mais velho já vinha a dormir mas o mais novo queria festa. No outro dia de manhã às 7.30 já ouvia a vozinha mãe...

Ainda tentei dormir a sesta mas quando estava quase a adormecer com o mais novo, o mais velho resolve ir perguntar-me qualquer coisa... Enfim lá foi a sesta para o espaço.

Ainda fizemos gomas e pintámos uma tela (projeto em andamento). À noite tive que lhe por um filme. Na casa de fim de semana só temos 4 canais... Precisava de descanso.

Vá lá que no Domingo acordaram às 9h (YUPI), tivemos na praia até às 13h e depois almoço e ramboia em nossa casa com amigos.

O bom que foi que o pequeno adormeceu quando viemos embora e foi chegar a casa e deitá-lo. O mau foi acordar às 5h da manhã com o gaiato no chão e encharcado em xixi. Assim hoje estou KO. Só quero ir dormir!!!

Fim de semana bom, com tempo para nós e para os amigos! A vida deveria ser isto.

quinta-feira, 22 de junho de 2017

Miudos e diversão digital

Todos os dias dou um olhinho nos blogs que acompanho.

Este post  http://smileandup.blogspot.pt/2017/06/perigoso-e-jogar-ao-piao.html fez-me pensar na forma de eu estar na vida e de educar os  meus filhos.

Lá em casa, os dois gaiatos tem TV na sala, um PSP que um tio lhes deu (e que raramente é ligada) e mais nada. O resto são livros, jogos, puzzle, brinquedos.

Ora o mais novo com quase 4 está-se a borrifar para as tecnologias, mal aguentar ver TV 15 minutos.
O mais velho com 8, às vezes pede um tablet, mas não insiste muito.

Olhando para o grupo que os rodeia, todos tem wii, psp, tablets, conhecem inumeros jogos.

Os meus brincam um com outro, fazemos gelados, bolachas. Vamos ao jardim, caminhar, praia, parque. Fazemos experiências.

É a minha maneira de ser com eles. Cada qual terá as suas.

Mas acho que hoje em dia há excesso de tecnologia!

terça-feira, 20 de junho de 2017

Descontrolo

http://www.dn.pt/sociedade/interior/incendios-quarenta-fogos-mobilizam-mais-de-2800-bombeiros-e-24-meios-aereos-8577314.html

Será que temos gente para tantos focos? Será que vão aguentar horas e horas?

Será que o número de feridos e mortos fica por aqui?

Que será daqueles que perderam toda uma vida e daqueles que perderam pessoas?

Lei de Murphy

Tudo o que pode correr mal, correrá

http://sicnoticias.sapo.pt/especiais/tragedia-em-pedrogao-grande/2017-06-20-Caiu-um-aviao-Canadair-em-Pedrogao-Grande

Estes dias

Foram dias de fazer algumas coisas em casa (pinturas e limpeza), de receber amigos, de comer e beber, de muitos mergulhos e poucas birras!!!

Foram dias bons!! Simples mas bons.

Mas não consigo deixar de todas as pessoas que passam pelo infernos dos fogos, que perderam tudo, casa, amigos, familiares... literalmente tudo!!

Como é possível?

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Incêndios

Como é possível ter acontecido o que aconteceu???

Fala-se mas condições atmosféricas, num fenómeno da natureza e da prevenção?

Oiço por aí que o Eucalipto é "gasóleo" para o fogo, que já não se plantam sobreiros, pinheiros, etc... E que quem planta Eucalipto não abre caminhos, não limpa... Será mesmo assim?

Sinto-me triste por estas pessoas e com o coração apertado porque deve ser uma aflitiva para os que vão e um aflição para os que cá ficam.

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Amanhã

Amanhã vai ser um bom dia :) Temos um almoço na nossa casa de fim de semana com amigos, pequenos e graudos. Bom tempo, sol, piscina, brincadeiras. Boa comida e boa bebida.

Gosto tanto de dias assim!!!

13 de Junho

Ontem fiquei em casa com o mais novo. Marido foi trabalhar e mais velho para a escola. Só com o mais novo armei-me em doméstica, fui às compras, limpei e aspirei, fiz camas de lavado, lavei, estendi e passei a ferro. Fiz almoço e fui buscar/levar mais velho. Às 16h maridão chegou e fomos buscar mais velho e dar um passeio e comer um gelado.

Antes de fazer o jantar, ainda limpei as escadas e fiz sopa para a seman.

E com tantas tarefas domésticas ainda acho que o dia foi bom!!!

Vá se lá compreender as mulheres!!!

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Amor e Equilibrio

Acho tão difícil equilibrarmos os nosso diferentes papeis enquanto Mulheres!

Tempo para nós, para os nossos filhos, para os nossos pais, para os irmãos, para os amigos, para a família, para o nosso mais que tudo.

É o tempo que divido entre filhos e marido o que para mim é mais difícil de equilibrar porque quando as tarefas domésticas acabaram e os miúdos estão na cama só me apetece dormir e sei que o meu marido sente a minha falta... às vezes até faço planos mas quando chega a hora H já não me apetece.

quarta-feira, 7 de junho de 2017

Fins de tarde

Ontem fui buscar os meus miúdos a escola. O mais velho tem um grupinho de meninos que o acompanham há já muitos anos, quase tanto como os que ele tem de vida :)

Assim ontem além dos meus, tivemos mais três meninas. Fizemos gomas saudáveis, brincaram às escondidas e jantaram!! Muito barulho, muita alegria.

Quando se foram embora (por volta das 21h) e conforme já tinha avisado foi banhos, rever erros no caderno e rever um texto com erros (TPC da terapia da fala), história de boa noite e soninho.

Não houve TV e eles até acataram as minhas "ordens", os TPC foram feitos na minha cama. Eu e o mais velho fizemos a revisão e o mais novo andou por ali a brincar.

Às 22h estava tudo despachado. Mais velho a dormir e mais novo a adormecer, que demora sempre mais!!

E assim se acaba o dia em perfeição!

Serviço Nacional de Saude

Ainda não sabem mas eu digo-vos :) tenho tireoidite de hashimoto e anemia. A anemia está em investigação por uma equipa do CSI:
 - Médica de família pediu análises, endoscopia e colonoscopia e mandou matar a HELICOBACTER PYLORI ;    
Depois desta saga mandou-me para um gastroenterologista.
- gastroentrologista pouco ou nada fez e mandou para endocrinologista;
- endocrinologista mandou parar tirox, duplicar as ampolas de ferro, fazer análises e ir ao hematologista;
-hematologista mandou fazer outro tipo de ferro e repetir análises.

Sendo que em relação à anemia pode ser "de nascença", nunca se descobrir a causa e eu viver com ela para sempre (BFF);

Em relação à tiroide também é só ir acompanhando nada de mais.

Por este motivos vou à minha médica de família regulamente.

Ora a minha entidade patronal ofereceu-me um seguro de vida de 100k e eu preenchi os papeis e indiquei quais as minhas mazelas. Então a companhia de seguros pede-me uma relatório médico e exames recentes (que eu já tinha enviado).

Então lá fui eu pedir este relatório médico à médica de família que é um espetáculo. Marquei consulta para as 9.20 e adivinhem lá a que horas fui atendida?

Pois é, como cheguei 10 minutos mais cedo fui atendida às 9.15.

Contei-lhe a saga dos médicos, que ela achou um exagero, ainda para mais ela já me tinha mandado fazer vários exames e análise, pelo que não valia a pena repetir mas adiante.

Disse-me para esperar pelo "veredicto" da hematologista e depois decidimos. Sendo que a minha decisão é para parar por aqui... Quando souber para lhe telefonar que ela dá a opinião dela.

Isto sim é um SNS de saúde de luxo!!!

Na sexta posso ir lá buscar o relatório médico. Sendo que o mais correto, e estou de acordo com ela, era a companhia de seguros mandar-me fazer um chekup numa clínica deles!!

Sempre que preciso do Centro de Saúde nunca fico sem resposta. Excelentes tempos de atendimento e excelente atendimento.

Isto sim é serviço público!!!

terça-feira, 6 de junho de 2017

Resumo da Manhã


Exmos. Senhores 

Venho por este meio efetuar uma reclamação sobre o péssimo atendimento na secretaria da escola XXX.
 
Tenho um filho a frequentar o 2.º ano na Escola XXXX. A semana passada ele trouxe para eu preencher um formulário das Medidas Municipais de Apoio. Este formulário devia ser entregue na secretaria até dia 2 de Junho, segundo a informação que estava na carta de rosto.

Dado que tive ausente, apenas hoje consegui entregar o questionário. Como na carta de rosto apenas dizia que devia ser entregue na secretaria, dirigi-me à mesma. 

Qual o meu espanto que quando chego lá a Sra. da receção (D. DDDDD) indica que o Apoio Social apenas funcionava das 14h-16h (2ª e 3ª) e  das 10h-13h (5ªe 6ª). Esta informação está na porta.

Ora como na informação não consta qualquer restrição de horário perguntei se podia falar com alguém na secretaria. 

Entrei na secretaria e a senhora do apoio social D. XXX XXX voltou a referir que só recebe os documentos nos horários afixados. Expliquei que na carta não referia horários e que não podia voltar ás 14h.

Como o aluno não é da escola onde é a secretaria e os horários apenas estão afixados na porta, como pretendia ela que eu soubesse qual o horário. Tentei explicar que era apenas para deixar os papeis que não podia voltar noutro dia. Alguém da secretaria ainda me disse que eu tinha direito às horas no trabalho para tratar de assuntos do meu filho.

É um facto que temos esse direito. Mas temos que tratar de vários assuntos relacionados com os nossos filhos, desde as consultas médicas, terapias, assunto relacionados com a escola e não tenho apenas um filho. Temos que multiplicar estes assuntos por dois. É aqui que entra o bom senso.

Ora se eu vou à secretaria e a pessoa que trata destes assuntos está lá porque não pode receber os meus documentos. Com a agravante que nas instruções não refere horário e sendo um aluno externo e sendo que os horários apenas estão afixados na porta como queria que eu "adivinhasse" horário.
 
Também considero que os horários são extremamente restritivos pois são mesmo a meio da jornada de trabalho. Não é assim que se facilita a vida aos munícipes.

 
Exaltei-me e pedi para falar com alguém responsável. Após muita conversa lá a Prof. xxxx aceitou receber os documentos.

Acredito que cada escola terá o seu modelo de organização, mas este não serve os interesses da criança, nem dos munícipes.
 

Será que recebe os documentos que levaria no máximo 5 minutos perturbaria assim tanto o funcionamento da secretaria?
 
Será mesmo necessário, exaltarmo-nos e gritarmos para que as coisas funcionem?

 
Sugiro que revejam o modelo de funcionamento das escolas, a comunicação entre escolas e CMS e a comunicação entre CMS e munícipe.
 

Aguardo uma explicação sobre este assunto.

segunda-feira, 5 de junho de 2017

As nossas crianças e a escola

Recebi há pouco um email da representante dos pais a dizer que o recreio da escola é pouco vigiado, que se batem, magoam-se e queixam-se que as auxiliares não veem e mesmo quando vão pedir ajuda para alguma situação que está a ocorrer, dizem que não lhes ligam importância...

Será mesmo assim, será exagero de algumas crianças?

O meu miúdo nunca fala da escola e estes alertas deixam-me sempre preocupada!!

Que tem estas crianças na cabeça e no coração. Não me recordo de na minha altura ser assim.

Fico tão triste!!!

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Dias bons!!!

Ontem sai mais cedo do trabalho para ir com os meus Ts ao oftomologista.

Saimos da consulta na Av. Liberdade às 18h e como a Estufa Fria só fecha às 19h fomos dar uma voltinha (3 €). Digo-vos já que é um local bastante agradável, tanto a Estufa como o espaço cá fora.

Tens dois parques infantis muito bem conseguidos e mesas para piquenique.

Depois de sairmos da Estufa, brincámos um pouco, lanchámosn(lanche ajantarado) e fomos para o metro.

Chegámos a casa, tomaram banho, petiscaram fruta e história de Boa Noite.

Foi um fim de tarde espectacular.

Pena o pai não estar cá!!!

Sou tão feliz a fazer os meus felizes :)

terça-feira, 30 de maio de 2017

Está mulher é um tudo em um

Agora até cozinha:
http://dailycristina.com/panquecas-da-cristina/

Não sei se gosto ou se desgosto mas começo achar tudo muito fabricado, muito comercial...

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Dar ou não dar

Estive a ler este post
http://demeldemelao.blogspot.pt/2017/05/mais-uma-sobre-minha-mae-que-na-verdade.html

e dou por mim a pensar neste assunto, de dar ou não dar. Tive uma infância normal, sem abundância e sem carência mas a adolescência já não foi bem assim. Tínhamos que ser cautelosos com o dinheiro e por isso nem fui à minha viagem de finalista. Mas aceitei, acho que nem pedi. Faz parte da vida.

Hoje tenho uma boa condição financeira, muito boa até, mas não dou por "dá cá aquela palha". O mais novo ainda não pede. O mais velho no outro dizia que era o único do ATL que não tinha tablet, mas mais como uma constatação do que queixa.

Eles sabem e eu quero que saibam que temos prioridades, a casa, a comida e a escola. Depois vem o resto e temos que fazer opções, não podemos ter tudo o que vemos!!

Quero que eles aprendam a poupar para um objetivo. Podemos brincar ao ar livre, fazer caminhadas, ir à praia, ao jardim, ao parque, aos museus (de preferência no domingo em que não se paga), podemos conviver com os amigos e para isso não é preciso dinheiro.

O dinheiro depois de pagarmos as despesas, são para aqueles coisas que se pagam e que os enriquecem. Fomos ver a exposição das múmias no Pavilhão de Portugal, fomos ver a exposição do Cosmos em Belém, já fomos andar de teleférico, já fomos ao Palácio ver uma recreação do tempo dos reis.  Já fomos ao teatro e fazer pão com os amigos (atividades organizadas por mim para eles). Há sempre festa de anos para os amigos.
Por isso o dinheiro é para estes extras... e para as atividades fora da escola.

Os brinquedos só mesmo de vez em quando e quando o pai vêm de viagem.

Também gosto de lhes incutir o gosto por dar... é tão bom fazer os outros felizes!!!

Nós funcionamos assim, cada família sua dinâmica.


quinta-feira, 25 de maio de 2017

Filhas(os) da Puta

Aqui no trabalho o manager da minha área, com mais de 20 anos de casa, foi convidado a sair. Saiu há cerca de 18 meses.

Na nossa área, havia quem simpatizasse com ele e quem não. Ele também tinha um feitio algo "bipolar", normalmente quem entrava era bestial e depois passava a besta, e era um ciclo.

Eu já sabia que se estivesse na fase da "besta" passaria a bestial e vice versa.

Tenho uma colega que se dava muito bem com ele. Quando ele saiu ela passou a ser vista mais sozinha.

Rei morto, rei posto. Entrou novo manager e com os seus boys e ela mudou o seu comportamento para ser um dele e conseguiu. Até aqui tudo bem. Mas deixou de falar com os da velha guarda e se tiver que "entalar" alguém para ficar bem, não pensa duas vezes.
Ela até mudou a maneira de vestir para andar mais bem "compostinha".

Eu também tenho os meus dias e às vezes não tenho um feito fácil mas esta arte de "lixar os outros" e de ser "filha da puta" não me assiste.

Cada vez mais me convenço que à pessoas que simplesmente são ambiciosas e usam a estratégia do vale tudo. Para que? O fim é igual para todos...

terça-feira, 23 de maio de 2017

De coração cheio

Hoje de manhã fui ler a história à sala do mais velho (2.ano da primária).

Levei uns livrinhos em A5 com a história para que eles levarem para casa, uma ficha sobre a história e umas bolachas de manteiga em forma de animais (a história era sobre animais).

Eles adoraram, foi um sucesso! Acho que a professora também gostou. Senti o meu filho orgulhoso, que bom que foi!

Acordámos (acordei eu e o mais novo) mais cedo, despachei as tarefas domésticas mais cedo. Eles também se despacharam mais cedo e mais rápido, sem gritos ou birras.

Fomos a pastelaria, eu bebi o meu café, comprámos as bolachas e também comprei duas para o mais novo. Levámos o mais novo ao colégio e seguimos os dois. Sem birras e gritos.

Que manhã tão boa :)

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Last Week

A semana passada teve ali três dias difíceis.

Na terça à noite fui com os meus meninos à exposição COSMOS DISCOVERY em Belém. Tudo tranquilo, chegámos a casa petiscamos qualquer coisa, banhos e cama.

Depois deles adormecerem comecei a sentir umas dores de garganta mas nada de especial... Mas a noite foi péssima. Entre acordar com eles e acordar com mau estar, venha o diabo e escolha.

Quando chegou a hora de os despachar para a escola, estava KO e marido fora.

A minha garganta já estava com uns pontitos brancos. Liguei para o Centro de Saúde às 9h, 45 minutos depois  estava a ser vista pela médica, levei a injecção de penicilina e às 11 estava em casa e que bela sesta que fiz.

Ainda demorei um dia a ficar bem mas sozinha com os dois, piscina com os dois pelo meio, foram dias que andei KO.

Passou e já temos uma nova semana pela frente!

terça-feira, 16 de maio de 2017

Não gosto de crianças

Epá não gosto de crianças, são chatas, embirrantes e não nos deixam estar tranquilos.

Não tenho paciência para jogos e advinhas e conversas.

Mas para as minhas crias tenho paciência e gosto muito de passear com eles, leva-los a museus e exposições. Fazer atividades criativas, embora o mais novo faça sempre um drama porque ainda nºao tem motricidade fina para algumas coisas.

Gosto de puzzles e de ler histórias

Mesmo as coisas que não gosto faço um esforço para as fazer com gosto por eles.

Resumindo só gosto e só tenho paciência para as minhas crianças.


quarta-feira, 10 de maio de 2017

Sem inspiração

Não sei sobre o que escrever. A vida corre normalmente, como um rio corre para o mar...

Gostava de ter mais inspiração e escrever mais, sobre a vida e sobre qualquer assunto em geral!

Gostava de escrever bem e bonito. Gostava de escrever aqueles textos lamechas com que por vezes nos identificamos.

Qualquer dia faço um workshop de escrita criativa.

Qualquer dia bebo um copo de vinho (branco ou verde) e tento escrever alguma coisa mais animada, que não seja a minha mundana vida.

segunda-feira, 8 de maio de 2017

15 anos de vida em comum

Como é possível vivermos 15 anos com uma pessoa e não a conhecermos.

Será que o amor nos faz ignorar os defeitos e nós ficarmos cegos ou será que a pessoa muda quando nos separamos?

Se um dia eu me separar espero que tudo se resolva a bem. Divide-se o que há para dividir (e neste aspecto não sou mesquinha) e cada um segue a sua vida. Podemos não ficar grandes amigos mas também não precisamos de fazer a vida negra ao outro.

Com certeza que nestes 15 anos também houveram momentos bons.

sexta-feira, 5 de maio de 2017

O que é a Fé?

Pode ser a fé em Deus ou em algo que nos transcende, a fé em nós e no nossos. A fé que vamos ultrapassar todos os obstáculos.

Tenho uma colega que é religiosa e vai a Fátima a pé. Também gostava de ir um dia. Deve ser muito bom, são dias nossos, de meditação, de tranquilidade.

Acredito em Deus. Acredito em mim.

A vida tem sido muito generosa comigo.

Tenho um bom emprego, com bom ordenado, bons colegas, bom horário e a fazer coisas que gosto.

Tenho dois filhos saudáveis, felizes e maravilhosos!

Tenho um marido, que é um companheirão e um grande amigo!

Tenho uma irmã que me apoia em tudo!

Tenho pai e mãe espetaculares!

Tenho amigos!

Tenho duas casas, dois carros. Sem luxos e sem dívidas.

Esta minha colega vai levar um saquinho de pedidos e perguntou-nos se queríamos que ela levasse algum pedido nosso.

O facto é que temos sempre coisas que gostaríamos de pedir (e não estou a falar de coisas materiais) mas sinto que tenho muito mais para agradecer. Acho que quero apenas agradecer a boa vida que a vida me tem dado.

:)

quinta-feira, 4 de maio de 2017

Eu sou ele

https://www.facebook.com/advert.ge/videos/1546687938684063/

Por força do meu feito e por força das circunstâncias da vida (cara metade ausente muitas vezes)

quarta-feira, 3 de maio de 2017

Eu

Eu, onde fico eu?

Eu falo dos filhos, pesquiso atividades para fazer com os filhos. Estou sempre com pressa para sair do trabalho para ir buscar os filhos.

Quando não são os filhos é o meu mais que tudo, estou sempre desejosa de estar com ele :) (ver aqui sorriso maroto)

Quando não são os filhos, nem o marido, é o trabalho. De manhã venho sempre acelerada para não chegar muito tarde (porque com duas crias de manhã chego sempre tarde, a questão é quão tarde).

Quando não é filhos, marido, trabalho, família é hora de dormir.

Esqueço-me tanto de mim. E às vezes acho que ninguém valoriza este meu modo de viver a vida. Sempre a pensar a neles e a viver para eles.

Antes gostava de ler e até lia muito. Agora leio António Torrado e quando eles vão para a cama só quero relaxar e ver novelas para não pensar muito.

terça-feira, 2 de maio de 2017

Três dias

Três dias de ausência, em que para não variar fizemos praia, caminhamos, estivemos com amigos. Fizemos experiências (kits da science for you)!

Tempo dedicado aos nossos e à nossa segunda casa, que nunca mais está pronta!

Aos fins de semana normalmente "esqueço" o tlm, as redes sociais e dedico-me a nós! Dai não publicar no blog. Nestes dias são uma "velhinha" que não sabe o que são as novas tecnologias!!!

sexta-feira, 28 de abril de 2017

Baleia Azul

Que jogo é esse que andam por ai a falar?

E como é possível os adolescentes "caírem nesta"?

Os meus meninos ainda são pequenos mas preocupam-me estas modas.

Já diz o ditado filhos criados, trabalhos dobrados

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Estes dias... e a festa dos oito

Estes dias que passaram foram tão bons. Passeámos, fizemos praia e piscina no fds. Convivemos com amigos, que sabe sempre tão bem!!

Na segunda-feira, eu e maridão, tirámos o dia. De manhã passeámos (embora não tivéssemos acertado no destino). Depois almoçamos numa esplanada na praia, só nos (sem tlms) e que bem que soube.

A tarde foi dedicada às compras e a preparação da mega-festa!!!

Fizemos pizzas, folhados, cheese cake (a sobremesa preferida do aniversariante), sandes, gelatinas douradinhos.
A avó fez o seu salame divinal, bolo de iogurte e os salgados.

Correu tudo tão bem, quer as crianças, quer os adultos gostaram. As crianças fizeram as actividades (radicais) e os pais conviveram.

Tudo tão tranquilo, sem pressas, sem birras. Acho que todos gostaram.

Mais à tardinha, a família esteve lá para um lanchinho e para lhe darem um beijinho de parabéns :)

Foi um dia bem passado e acho que ele estava muito feliz!!! E é isto que me enche o coração, faze-los felizes!

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Os 8 anos

O meu mais velho faz no dia 25/04 8 anos. Quando ele era mais pequeno não sentia esta nostalgia que sinto agora.

Desde que entrou na escola primária que sinto uma nostalgia , não é bem nostalgia é aquele sentimento que o tempo passa muito depressa.

E mais uma vez lá vem a voz da consciência dizer-me que se calhar não estou a aproveitar da melhor forma.

Tenho feito um esforço para "não me passar" à mais pequena birra e tem sido compensado com a tranquilidade deles.

Mas ando sempre cima, nao façam isto, não façam aquilo. Venham jantar, venham tomar banho. Acabou-se a TV, é hora de dormir.

Com calma tudo se resolve mas a consciência é tramada.

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Oito anos

Há oito anos atrás estava à seis dias de conhecer o meu grande amor, o meu amor maior.

A maternidade mudou-me e tem me ensinado tantas coisas boas. Sou muito mais feliz agora!

E eu que nem gostava de brincar com crianças, agora não me importava de ter uma equipa de futebol :)

Ainda as vacinas

Agora as redes sociais enchem-se de opiniões sobre as vacinas mas os motivos destes pais que acabaram de perder a filha são diferentes dos que não vacinam os filhos porque acham que as vacinas fazem mais mal que bem.

Se eu tivesse tido o susto que estes pais tiveram aos dois meses, de quase terem perdido um filho por causa das vacinas se calhar também pensaria duas vezes.

Uma coisa é a não vacinação por crenças não cientificas outra coisa é a não vacinação por um susto bem real.

Se não houvesse esta questão da não vacinação, esta criança estaria em segurança, aliás como sempre teve, já que a taxa de vacinação em PT é de 95% (dizem por aí), logo uma única criança no grupo está protegida pela imunidade concedida pelo grupo.

Outra questão é o bebé de 13 meses, quantas vezes não se adia a vacinação porque estão doentes...

Esta jovem teve um azar de estar internada com complicações graves de mononucleose (raro), de ter feito uma reação grave (rara) a uma vacina e por azar da vida se ter cruzado com um bebé de 13 meses infectado.

Coincidências infelizes, nada mais do que isso.

Os pais devem estar uma tristeza enorme... não merecem tudo que se tem dito na comunicação social e nas redes sociais.

Situação muito diferente dos pais que são anti vacinas.

A ler: https://www.facebook.com/profile.php?id=1085430783&hc_ref=NEWSFEED

Vacinas - Sarampo

Muito se tem falado por estes dias no surto de Sarampo. Eu vacino os meus filhos de acordo com o PNV e faço todas as extra plano que posso e que a médica recomenda.

Sou adepta feroz da amamentação (sem criticar quem não faz) e acho que é umas das armas mais fortes que temos para potenciar a imunidade, natural, biológica :) e gratuita.

Também acho que devemos ter cuidado na alimentação, evitar alimentos industrializados, açucares, etc..

Mas as vacinas são uma ferramenta eficaz para a eliminação de doenças que podem causar complicações. Estão testadas à dezenas de anos.

Há muitos mitos, mas a comunidade médica e cientifica é unânime na questão de vacinarmos os nossos filhos.

Quem não o faz põe em risco os deles (e eles lá saberão) e os nossos.

Sendo que a maioria é vacinada, quem não é vacinado acaba por também estar protegido porque o grupo está vacinado. Daí que quem não vacine acabe por não ter consequência.

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Férias da Páscoa

Foram 5 dias com os meus meninos. Passeamos, vimos exposições de múmias, andámos de teleférico, fomos ao Aquário. Comemos gelados, fomos ao parque, a praia e piscina.

Tivemos um Domingo em família muito bom, o sol também contribuiu para estes dias.

As relações constroem-se assim, dia a após o dia, a boa rotina voltou quase ao normal!!

Daqui a uma semana e um dia o meu mais velhos faz 8 anos...

Bom regresso a todos!!

terça-feira, 11 de abril de 2017

Baby Steps

Aos poucos a vida retoma ao normal, um dia de cada vez e tudo vai melhorando :) Quero muito regressar aos dias de alegria!

Tenho muitos defeitos, todos temos é verdade, um deles é ter o coração ao pé da boca e dizer o que me apetece, quando me apetece e se tiver em contexto de discussão então digo tudo e quanto mais sei que magoa mais digo.

Resultado, não filtro o que digo e depois tenho que encarar as consequências e só me prejudico.

Diz a minha a irmã que devemos dizer o que nos apetece mas que devemos pensar no que dizemos porque há assuntos que podem ser discutíveis e temos que calçar os sapatos dos outros.

Tenho mudado muito nestes últimos anos e desde que fui mãe, não mudo na essência mas mudo na tranquilidade e na sapiência com que faço e digo as coisas.

Tento encarar a vida com mais calma. 2016 deu-me muitos cabelos brancos, 2017 espero que me dê mais felicidade.

Baby steps porque a vida é uma aprendizagem!

segunda-feira, 10 de abril de 2017

Experiência de vida ou maturidade

Estes últimos dias não têm sido fáceis. A mais difícil se torna porque temos duas crianças que exigem paciência, mimo e alguma rotina.

Apesar de tudo consegui manter as coisas a rolar como dantes. Não ando a 100%, talvez pela certeza de que tudo se resolva, mas também não ando a chorar pelos cantos.

Descobri em mim uma força que nem eu sabia que tinha. À cerca de 1 ano decidi que quem importava na minha vida era eu e os meus filhos. Quem quiser estar comigo para me fazer feliz que esteja, caso contrário só tem que seguir noutra direção.

Pouco falo sobre este assunto mas ontem em conversa com uma amiga (recente), ela perguntava como é que eu tinha força. Sinceramente não sei apenas tento ir gozando a vida e não dar importância aquilo que não é importante. A vida e o destino encarregam-se de resolver tudo.

Tento viver a minha vida com leveza, com tal leveza que não guardo nada que não seja importante, inclusive em casa. A roupa não serve, dá-se, não se guarda.

Quero uma mochila leve às minhas costas. Tento seguir esta máxima todos os dias.

Claro que há dias difíceis e alturas que só me apetece chorar mas choro e a seguir levanto a cabeça e sigo em frente.

Acho que a minha maneira de ser tem a ver com aquilo que quero e com a sabedoria que a vida nos vai trazendo.

sexta-feira, 7 de abril de 2017

Tristeza

Todos os dias dou graças pela vida que tenho, pelas coisas boas que me são dadas, os meus filhos felizes e saudaveis acima de tudo.

Mas hoje sinto-me triste, triste porque dou tudo de mim a quem amo, não entrego pela metade. Hoje li algures que o casamento não é para sermos felizes, é para fazermos o outro feliz.

Tento ser justa na vida e nas minha relações. Tento equilibrar os vários pratos desta balança que são as relações, eu filha, eu mãe, eu amiga, eu eu , eu companheira.

É triste quando quem nós queríamos que nos compreendesse não compreende.

É triste quando quem nos ama nos magoa e não percebe algumas coisas.

Mais triste é quando não se consegue avançar, ultrapassar e seguir em frente!!

Estou triste mas não esqueço as boas recordações. O que se seguir será obra do destino e tendo eu a certeza que dei tudo o que podia.

É tempo de parar, de pensar em mim, no que eu quero e no que eu estou disposta a aceita.

A vida nem sempre é uma arco-iris é certo mas também não precisa de ser uma noite negra.

Dizem os mais antigos que o tempo cura tudo e a maturidade dá-nos a bagagem que precisamos para enfrentar a vida. É nesta maturidade que me apoio, choro e desabo. Logo de seguida ergo-me e cá estou para as lutas.

Quem quer estar comigo está, quem não quer que parta, eu cá me reinventarei.

terça-feira, 4 de abril de 2017

Orçamentos Domésticos

Quer eu, quer a minha cara metade, temos um bom ordenado, diria até acima da média para os dias que correm mas mesmo assim a minha cara metade insiste em fazer um controlo detalhado de despesas para podermos poupar.

Ora eu sou gaja, das poupadas é certo, mas sou gaja e irrita-me este controlo...

O mês passado fiz a manutenção da depilação a Laser, 100 brasas, e mais que tudo questiona para onde foram os euros...

Ele depois de perguntar, acho eu, que se arrepende mais é mais forte que ele!!!!!

CHATO é o que ele é!

sexta-feira, 31 de março de 2017

Alegria

Porque os outros são os outros e pouco ou nada contribuem para a minha felicidade, o que interessa é que ontem o fim de dia os meus meninos portaram-se bem e hoje de manhã também.

Tudo tranquilo e feliz!

A minha cara metade vem amanhã e estamos numa fase tão bom. Estamos tão tranquilos e tão apaixonados :) nem parece que estamos juntos à 17 anos.

Desilusão

É tão triste quando as pessoas, que são mais ou menos próximas por circunstâncias familiares, nos desiludem sem motivo aparente.

Quando estão zangadas com determinadas pessoas, tratam-nos de uma forma, quando a zanga passa passamos a ser pessoas de segunda.

Tento superar e tratar como sempre tratei mas a mágoa fica cá dentro.

Tento ser justa mesmo que me custe mas do outro lado isso não acontece e acredito até que do outro lá há alguma maldade, algum ciume.

Enfim, vou fazer aquilo que é politicamente correto e bola para a frente que atrás vem gente.

quarta-feira, 29 de março de 2017

A minha consciência - Manhãs

De manhã tudo normal acordei com uma sms do meu amor :). Levantei-me despachei as coisas da cozinha (preparar marmitas, estender roupa e preparar pequenos almoços), fiz a cama do mais novo que a meio da noite me fez uma visita (o mais velho já lá estava) e acordei-os. Eram 8.10.

Fui tomar banho e deixei o recado, quando acabar o episódio (estavam a ver bonecos) vão comer os cereais! Acabei o banho e cereais nada. Já tinha acabado o episódio e irem comer nada. Avisei uma, avisei duas... explodi.

Mais velho a falar alto como se tivesse a minha idade e vai uma palmada. Grita ele, grito eu. Vai comer a chorar e a gritar, leva mais... a dizer-lhe para se despachar e que não nos podíamos atrasar.

E ele a dizer que não sou amiga dele, que não lhe faço as vontades e eu furioso porque ainda ontem lhe tinha comprado a caderneta do LIDL.

Enfim, lá nos acalmamos.

Depois vem a minha consciência e fico triste, porque a culpa é minha.

Devia tentar manter a calma mas não consegui e sempre que não consigo fico triste por eles e por mim!!!

Tenho que tomar uma posição em relação à televisão. Nunca o deixei ver quando era mais novo e agora ele quando começa a ver fica completamente absorto. Não ouve ninguém. E está sempre com pressa de acabar de comer, os TPC para ir ver.

Não quero ser uma mãe que bate e grita, ando a treinar gritar menos e não bater e é tão difícil...

Ainda me custa mais porque o meu mais velho é um menino de oiro.

Hoje estou assim


terça-feira, 28 de março de 2017

Os meus demónios

Hoje ao ler este post:
http://www.asviagensdosvs.com/2017/03/quando-finalmente-engravidei-da-laura.html


recordei os meus demónios, pelo menos alguns deles (sim, porque tenho alguns).

demónio #1

Vivia com meu marido há quase dois anos e decidimos, assim do nada, começar a tentar ter filhos. Sendo que a vontade dele era bastante maior que a minha.

Decidimos isto em Janeiro (deve ter sido da noite de ano novo) e no final do mês estava grávida.  Teste positivo e nós viajantes de 1ª viagem nestas andanças contámos à família.

1ª eco -ok-

2.ª eco - eco das 12 semanas

Estava eu num cliente e aviso que vou sair para fazer a eco mas que não devo demorar (aí ingenuidade).

Fomos os dois a Maternus e tudo começa bem, médica a dizer que tem bons batimentos, perninhas, braço e faz um longo silêncio. Percebo logo que algo não está bem e pergunto.

Ela diz que tem um defeito do tubo neural, não tem calote craniana (ou algo assim) e que é um defeito incompatível com a vida mas que posso procurar outras opiniões. O meu mundo desabou nesse momento.

Sempre achei , sexo, gravidez, bebé, simples mas afinal era todo um mundo novo que se apresentava.

Fui à CUF (ou diria antes aos cabrões da CUF) e o médico que me atende confirma o que disse médica e que há que fazer uma interupção médica da gravidez (IMG) mas que lá não fazem por objeção de consciência. Puta que os pariu com a objeção, garantem que é para fazer mas que não fazem e também não encaminham para lado nenhum. Mandam-me ir ao hospital da minha residência, que eu nem sabia qual era.

Nem um copo de água, uma palavra de conforto, nada.

Fui à clínica da reboleira, onde me disseram que também não faziam porque o serviço de maternidade era recente, mas a médica de lá dispõe do seu tempo para falar comigo, para me acalmar.

Fui à Alfredo da Costa, onde também o atendimento foi 5 estrelas, e me disseram para ir à Magalhães Coutinho (Estefânia) e que se eles não fizessem para voltar à MAC.

Não foi preciso voltar à MAC, na MC foi muito bem atendida, fizeram a contra-eco que confirmou o que já sabia. Chorei tanto, uma tristeza imensa.

Aliás todos os médico que viram a eco, foram unânimes, é para fazer a ECO.

Tive que contar à família. tirando a minha sogra que contou a toda gente na terra, todos os outros respeitaram o que tinha acontecido e nunca mais me falaram do assunto.

Fiz a IMG e passados 3 meses engravidei novamente, só contei após passar o primeiro trimestre.

Mas o medo de voltar a passar pelo mesmo, o medo de perder, o medo de não conseguir voltar a engravidar, o medo de não ser saudável.

Mas foi uma gravidez santa e hoje tenho um menino prestes a fazer 8 anos!!

Por isso vamos respeitar todos aqueles cuja a decisão é não ter filhos, seja porque motivos for.

E não vamos dizer que "engravidamos só com o cheiro" e "as minhas gravidezes são santas"